Fórum Global de Inovação e Tecnologia começa no Rio de Janeiro - FITS 2018

Foto: CITS

Debater como a inovação e a tecnologia podem acelerar o processo do alcance do desenvolvimento sustentável, com base na implementação da Agenda 2030. Esse é o objetivo do 1° Fórum Global de Inovação e Tecnologia, que começou hoje, no Museu do Amanhã, na cidade do Rio de Janeiro. Ao longo de dois dias, especialistas nacionais e internacionais de governos, do setor privado, da sociedade civil, da academia e de organismos internacionais participarão de discussões sobre segurança alimentar, infraestrutura, trabalho e emprego e desenvolvimento com ênfase no desenvolvimento sustentável.

Na abertura do Fórum, o Secretário Geral Assistente da ONU e Diretor para a América Latina e o Caribe do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Luiz Felipe López- Calva, destacou a inter-relação entre a tecnologia, a inovação e o desenvolvimento sustentável.

“A inovação é chave para que os países avancem suas economias. Temos também a Agenda 2030, um compromisso assinado pelos países que serve como guia para que possamos acelerar o processo para o alcance do desenvolvimento sustentável. A inovação e a tecnologia são ferramentas aliadas na definição de políticas públicas inclusivas e sustentáveis”, disse o diretor do PNUD.

O professor da Universidade de Sussex, Johan Schot, que participou da abertura ao lado de Luiz Felipe López-Calva, disse que a tecnologia é ferramenta central para o cumprimento dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. “Temos vários desafios para o alcance do desenvolvimento sustentável, mas a tecnologia é forte aliada nesse processo. Os ODS fornecem um guia para desenvolvermos ações e iniciativas que enfoquem na sustentabilidade”, afirmou Johan Schot.

Coordenador Residente do Sistema ONU no Brasil e Representante Residente do PNUD no país, Niky Fabiancic, destacou, também durante a abertura do evento, que é necessário compreender a revolução atual para o desenho de novas soluções que colaboram com a sustentabilidade e a inclusão nos diferentes países.

“Estamos vivendo a quarta revolução industrial. Modelos de negócios e métodos tradicionais de produção ficam seriamente ameaçados. A inteligência artificial fará com que as empresas, as cidades e os sistemas de saúde, educação e produção de alimentos, bens e serviços e o mercado de trabalho mudem drasticamente. Este evento busca entender os avanços nas áreas de pesquisa e as inovações tecnológicas para o setor econômico, bem como incentivar novas soluções sociais e ambientais que auxiliem a sociedade e que os países sejam mais sustentáveis e inclusivos”, disse Niky Fabiancic.

A diretora do Centro Global de Inovação e Tecnologia em Sustentabilidade, Alice Abreu, destacou que o FITS é um evento para “o compartilhamento de conhecimento e experiências e que terá discussões e debates que promoverão encontros produtivos para o fortalecimento do desenvolvimento sustentável”.

Diretor de Desenvolvimento Científico do Museu do Amanhã. Alfredo Tolmasquim disse que o tema inovação e tecnologia é fundamental para o desenvolvimento do planeta. “A mudança climática é uma realidade. E se não pensarmos em soluções inovadoras sofreremos as consequências”, afirmou.

FITS

O 1° Fórum Global de Inovação e Tecnologia em Sustentabilidade ocorre entre os dias 28 e 29 deste mês, no Museu do Amanhã, na cidade do Rio de Janeiro. A programação completa do evento está disponível em www.fitsglobal.org, bem como a transmissão ao vivo dos debates. O FITS é uma co-realização entre o Centro Global de Inovação e Tecnologia em Sustentabilidade, o Museu do Amanhã e o Centro Rio+ para o Desenvolvimento Sustentável do PNUD. 



Para assistir as palestras do evento basta acessar : Videos - FITS 2018